Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie En Rose

LifeStyle Blog | Por Raquel Teixeira

La Vie En Rose

LifeStyle Blog | Por Raquel Teixeira

Porque devemos continuar a fazer Wishlists de Natal?

Será o Natal realmente uma época consumista ou seremos apenas nós que não sabemos oferecer presentes?

 

Xmas Wishlist 2017.png

 

Na família praticamente apenas eu e a minha mãe compramos presentes! A família é pequena mas de uma forma resumida, eu compro o presente do meu Pai para a minha avó, para o meu avô e para a minha mãe, compro ainda o presente da minha Avó para o meu pai e para a minha mãe, o meu avô não dá nada a ninguém e ainda dou uma "perninha" no que respeita à compra do presente do meu Namorado para os Pais dele! A desculpa deles? Não sabem o que oferecer e não têm "paciência para isso". 

 

A realidade é que as épocas festivas acarretam uma certa energia negativa no que respeita ao ato de oferecer/comprar presentes. Consumismo, dinheiro gasto desnecessariamente, comprar só por comprar, etc., são apenas algumas das conotações negativas atribuídas a estas épocas e esta em que estamos em concreto - o Natal - é das mais debatidas!  

 

Na minha modesta opinião (ahahahah) o "problema" não se resume ao ato de gastar dinheiro mas sim à forma como o gastamos!! É realmente verdade que a maioria das pessoas compra presentes apenas por comprar e para "despachar o assunto" mas isso não se deve ao facto de não gostarem das pessoas a quem vão oferecer o presente. O cerne da questão está no facto de não saberem o que oferecer e não terem tempo, gosto ou até mesmo paciência para parar e pensar no que oferecer! 

 

Quando eramos crianças faziamos todos os anos uma lista com o que gostariamos de receber mas quando crescemos deixamos de o fazer e a verdade é que não deviamos! Sim, leste bem! Deviamos continuar a fazer listas de Natal! As Wishlists (termo mais pomposo para lista de desejos) ajudam quem nos quer oferecer algo a fazê-lo de forma acertada, útil e sobretudo a "gastar" o dinheiro e o tempo da forma mais "acertada" possível! Com uma Wishlist o risco de "falhar", que é uma das grandes razões apontadas para a dificuldade em comprar um presente é reduzido significativamente. Para além disso ao oferecermos a alguém aquilo que ela deseja, de entre várias opções, estamos a manter o elemento surpresa e a presentar a pessoa de duas formas: a mais evidente que é com um presente desejado e a segunda que é evitando que a pessoa gaste dinheiro e tempo a ir comprar o que queria/precisava! 

 

Se gostaste desta minha sugestão começa já a fazer a tua lista e espalha a palavra entre a tua família! Podes criar a tua lista de forma mais ou menos elaborada, este ano por exemplo, criei a minha no Polyvore (aqui) mas também já fiz em outros anos print screens no telemóvel e no computador e criei uma pasta que partilho com as pessoas mais próximas! O importante é colocar sempre o máximo de informação possível, tamanho, loja, modelo e preço de modo a facilitar a tarefa da outra pessoa. 

 

Feliz Oh, Oh, Oh!!!

 

Nota: Família... a imagem NÃO é meramente ilustrativa, ok? Este ano a minha wishlist de Natal é pública e está aqui mesmo no blog! Agora é que vamos ver quem da família lê o que eu escrevo por aqui! 

6 comentários

Comentar post

Sobre mim

Perfil
Raquel Teixeira | 29 | Food Engineer | Quality Management
Shiva | 1,5 | Jack Russell
-------------------------------------
lavieenrose321.info@gmail.com
-------------------------------------
Parcerias|Imprensa|Sobre o Blog

Instagram

Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato! Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Shop

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D